sexta-feira, 29 de abril de 2011

É esta (igreja) que se chama pelo meu nome?


É esta casa que se chama pelo meu nome um covil de salteadores? (Jr 7:11).

Tenho que manifestar a minha indignação com, estes (pastores) que não tendo nenhum vinculo de amor com as ovelhas, enganam, roubam e o que é pior corrompem o bom ensino da verdade. Gerando um grande número de ovelhas desnutridas e fácil de serem corrompidas pelo diabo; não estão firmadas na palavra. Não tiveram suas casas, edificadas sobre a rocha Mt 7:24-27. Vivem meias verdades, de um evangelho corrompido. Só lhes é ensinando o que é de interesse destes homens cruéis, que não tem amor em seus corações.“Os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo” 2 Co 11:13. “Ai dos pastores que apascentam a si mesmos” Ez 34:2.
O que Jesus tem há dizer destes líderes?
Pelos seus frutos os conhecereis Mt7: 16.
Ai de vós escribas e fariseus hipócritas! Fechais o reino dos céus aos homens. Nem entreis, nem deixai entrar aos que estão entrando. Hipócritas! Devorais as casas das viúvas. Por isso sofrereis grande juízo. Mt 23 :13-14.
Vejam se isto lhes parece familiar?
Entrou Jesus no templo e expulsou todos os que ali vendiam e compravam. “VENDIAM E COMPRAVAM”. E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração, mas vós a tendes transformado em covil de ladrões Mt 21: 12.
É exatamente isto que tem se tornado algumas igrejas hoje!
Se Jesus e os apóstolos não aceitaram tais enganos; sou eu que vou aceitar?
Infelizmente o que acontece, é que estes mercenários com suas fabulosas doutrinas de prosperidade, acabam cauterizando a mente de seus seguidores, de tal forma, que estes os têm, como verdadeiros homens e mulheres, portadores da verdadeira revelação de Deus. Grandes massas, os seguem, pensando que, estão seguindo, um mensageiro de Cristo. É exatamente disto, que se aproveitam estes vigaristas.
Tomam vantagem, com o sofrimento, a boa fé, e o desejo de Deus, que existe dentro dos corações sequiosos pela verdade. No conceito destes; é como dizia Karl Marx. “A religião é o ópio das massas”.
Estes falsos pastores, que usam de persuasão, para enganar. Usam suas influências, e carismas; são homens de (credibilidade). São, doutores em teologia, psicólogos. Empresários, homens da mídia e etc. Mas na verdade. Só querem promover seus negócios, suas empresas, suas instituições com o titulo “igreja evangélica”. Em seus programas de TV pedem altas somas de dinheiro, com a desculpa de pregar a palavra de Deus para ostentarem seus egos e desejos faraônicos. Constroem templos e igrejas que serão seus monumentos perpétuos. Gastam altas quantias de dinheiro, do povo, diga-se de passagem, para promoverem suas cruzadas (evangelística), que na verdade é só marketing, para os seus negócios. Usam o nome de Jesus e a boa fé para se promoverem. Não ficarão em pune Ap 22:12.
A queda de seus impérios será como profetizou Jesus: “Não ficará pedra sobre pedra”.

O amor que ensinou

O cumprimento da lei, é o amor Rm 13:10; Mt 22:36-40; Gl 5:14.
O que precisamos aprender ficou esquecido.
As mensagens no púlpito não são mais pregadas como antes.
Os pastores, não são chamados mais para a obra pelo Espírito Santo.
O que estamos vendo agora é que são formados pela teologia dos homens e não de Deus.
Estão pregando a palavra segundo a homilética e hermenêutica das filosofias que são segundo os homens, e não segundo a palavra de Deus.
Baseiam-se em suas idéias e costumes que são segundo suas convenções. Estão distantes de Deus e de sua palavra.
Não é de se admirar que tantos tem se corrompido, pois ao invés de amor tem se pregado outras coisas. Não se fala mais na volta de Jesus. Não se prega o arrependimento e a fé em Cristo para a salvação.
Quando Pedro e João indo para o templo aquele homem paralitico pedindo-lhes uma esmola At3:3. Provavelmente não os conhecia, pois se não os pediria mais do que esmola, não acha!
Bem o que quero chamar a sua atenção querido leitor, é que varias são as religiões que tem sua base doutrinaria na caridade. É comum vermos nos centro espíritas multidões de necessitados aguardando para o almoço ou o jantar. Você deve estar exagerando! Alguém poderia me dizer! Te digo mais. Algumas igrejas que conheço que são católicas, fazem um belíssimo trabalho com moradores de rua. Não e´só almoço e jantar não. É café da manhã, almoço, e lanche da tarde. Além de assistência, social, higiene, corte de cabelo e mais!
Certa vez eu evangelizava um amigo espírita que me impressionou com a satisfação com que me falava quando saia com seu grupo para socorrer os aflitos. Dava pra ver o amor estampado em seu sorriso. Ele me contava o quanto ficava feliz em se sentir útil a Deus em fazer caridade aos seus irmãos, menos afortunado como costumam dizer. Por outro lado me dói o coração em saber que patrimônios de nossas igrejas, adquiridos por meio de doações ou com dízimos e ofertas, estão sendo alugados para gerar fundos para (missões), e construir mais igrejas. Isto não é missões. Isto é desculpa para enganar nossos irmãos e irmãs! E nem quero começar a falar do envelope para a obra missionária e a cantina para arrecadar dinheiro para o sustento dos missionários. O envelope, e a cantina são desculpa, para não mexer nos recursos arrecadados. Pois além dos dízimos e das ofertas, quem tem de sustentar, os missionários são vocês. Na concepção deles!
E de fato é a igreja que sustenta seus missionários. Mais não nestes termos!
O conceito de igreja que conhecemos hoje, esta totalmente errado. Falarei disso mais adiante.
Isto não é o que Jesus ensinou! Jesus não disse ide e fundai igrejas. Ele disse ide e pregai o evangelho! Ele disse de graça daí o que de graça recebeste! Quando os (pastores),dizem que é para missões. Eles na verdade estão aumentando as poses (patrimônio) de suas igrejas e que daqui a pouco vão encher os seus cofres com mais dízimos e mais ofertas! Se é missões, porque não constroem asilos, creches, hospitais, centro de recuperações para dependentes e etc...Quando o fazem o que é em raríssimas vezes é para fins eleitoreiros e lucrativos (não generalizando). Asilos, creches, hospitais e centros de recuperação geram despesas e isso eles não querem!
Eles, não tem, compromisso com Cristo, e tão pouco querem ter com os moribundos. Esses “pobrezinhos” não tem renda nem salários e não dão dízimos nem tão pouco oferta! Será que Jesus enganou-se ao dizer que o cumprimento da lei é o amor?! Porque para muitos (pastores) o cumprimento da lei é o seu ventre!
Amados não se deixem enganar com este evangelho que é segundo o interesse destes homens e suas (igrejas); fiquem atentos. É pelo fruto que se conhece a arvore e não pelos dons Mt 7:22,23. Lembra do que Jesus disse: “Pelos seus frutos os conhecereis” Mt 7:16. Leia a parábola do joio e do trigo Mt 13:24-30; 13:36-43.
Sinto muito pesar em dizer que a maioria de nossas igrejas a muito que deixou de ser referencia de amor e dedicação ao próximo e pior; nem ao menos para com os irmãos em Cristo; salvo apenas alguns remanescentes da igreja verdadeira de Cristo.
A palavra de Deus diz: “Que se a nossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus de modo algum podeis entrar no reino dos céus” Mt 5:20.

O amor de Cristo em nós

2 Co 5:14-17.
Para ser bem sucedido na trajetória rumo ao céu, temos que amar como Ele amou e viver totalmente para Cristo.
Nisto é glorificado meu Pai, em que deis “muito” fruto, e assim tornareis meus discípulos (Jo 15:8). Nisto conhecemos que somos da verdade (1 Jo 3:19).
Para agradarmos a Deus precisamos antes converter o nosso coração. Bem ao contrário de convertermos a uma religião ou doutrina . (1 Jo 3:16). Lembra o que Jesus disse para os religiosos que guardavam a lei? “Examinai as escrituras porque sabeis ter nelas a vida eterna, e são elas que testificam de mim. E não quereis vir a mim para terdes vida? (Jo 5:39,40). Jesus disse isso para os religiosos que buscavam matá-lo (Jo 5:16).